22 negros vencedores do Oscar

Oscar 2019, a 91ª edição dos prêmios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, Pantera Negra fez história como 1º filme de super-herói a disputar como Melhor Filme, e vencer em três categorias: figurino, direção de arte e trilha sonora. O feito foi suficiente para se tornar o longa de super-heróis com mais estatuetas na história. Pantera Negra não fez apenas história na Marvel ao vencer três estatuetas no Oscar 2019. O filme se tornou um dos mais importantes do gênero de super-heróis.

Segue lista de 22 negras e negros vencedores do Oscar:

 

Spike Lee ganha o Oscar 2019 no Melhor Roteiro Adaptado por Infiltrado na Klan

Spike Lee ganha primeiro Oscar ‘oficial’, em 2006 Lee ganhou um Oscar Honorário e  criticou a quantidade de negros concorrendo ao prêmio. O filme “Infiltrado na Klan”, do diretor Spike Lee: fala sobre o racismo do grupo Ku Klux Klan e o movimento do poder negro de 70. Spike Lee, diretor de “Infiltrado na Klan”, ao receber a estatueta como roteirista fez  o discurso mais inflamado da noite: Estar do lado certo da história. Lee se viu recompensado por seu melhor trabalho desde então.  Spike Lee é um cineasta muito importante, responsável por obras como Faça a Coisa Certa, Malcolm X, Febre da Selva, Irmãos de Sangue e A Última Noite.


Mahershala Ali , Oscar 2019, Melhor Ator Coadjuvante no Filme Green Book – O Guia

Ali, que venceu anteriormente na mesma categoria por “Moonlight: Sob a Luz do Luar”, se tornou  o segundo ator negro a ter dois Oscar na prateleira. O outro é Denzel Washington, que levou por “Tempo de Glória” (1989) e “Dia de Treinamento” (2001). Dirigido por Peter Farrelly, “Green Book” baseia-se em uma história real que envolve Tony Lip (Viggo Mortensen), um ítalo-americano bronco e preconceituoso que trabalhava como segurança na boate Copacabana, de Nova York, e que no começo dos anos 60 se tornou motorista de um magnífico pianista negro, Don Shirley (Mahershala Ali), durante sua turnê pelo sul dos Estados Unidos.
Muitos ativistas negros americanos têm feito objeções a “Green Book”, especialmente depois da família de Don Shirley (o pianista interpretado por Mahershala Ali no filme) contestar a veracidade de vários eventos do roteiro.


Regina King recebe o Oscar 2019 de “Melhor atriz coadjuvante”

Regina King, de “Se a Rua Beale falasse”, ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante. Regina era favorita na categoria, tendo vencido em varias outras premiações de cinema. O filme “Se a Rua Beale falasse” foi  Inspirado no romance de James Baldwin sobre uma mulher grávida, Tish ( Kiki Lane), que luta para livrar o marido de uma acusação criminal injusta.


Ruth E. Carter vence o Oscar 2019 de melhor figurino  em “Pantera Negra”

Ruth E. Carter se tornou a primeira mulher negra a vencer o Oscar de melhor figurino, Carter havia sido indicada anteriormente por dois filmes, “Malcolm X” (1992) e “Amistad” (1997). Em seu discurso, ela agradeceu a Spike Lee, diretor de “Malcolm X”, por “lhe dar sua estrela”. Depois, ainda falou das inspirações para seus figurinos em “Pantera Negra”: “A Marvel pode ter criado o primeiro super-herói negro com ‘Pantera Negra‘, mas nós o transformamos em um rei africano”, comentou.


Hannah Bleecher vence o Oscar 2019 de melhor direção de arte  em “Pantera Negra”

Hannah Bleecher foi a primeira negra a vencer na melhor direção de arte em Pantera Negra, o filme recria a clássica série de HQ sobre dois primos que  lutam pelo trono de uma superpotência africana  Wakanda: O maravilhoso reino afrofuturista do Pantera Negra. Em seu discurso, Hannah Bleecher, dirigiu seus agradecimentos a Ryan Coogler, diretor do filme da Marvel. “Eu estou aqui, e estou mais forte, por causa de você”, disse.


Barry Jenkins ganha o Oscar pelo melhor filme  MOONLIGHT: SOB A LUZ DO LUAR

Barry Jenkins é um cineasta norte-americano formado em Cinema e Artes Visuais pela Universidade do Estado da Flórida, em Tallahassee, e iniciou sua carreira com Medicine for Melancholy (2008), trabalho que lhe rendeu indicações para grandes premiações do mundo do cinema, como o Gotham Awards, em 2008, e o Independent Spirit Awards, em 2009. Oito anos depois, Barry retorna às telonas com o longa-metragem Moonlight: Sob a Luz do Luar (2016). O filme, que é uma adaptação do livro de Tarell Alvin McCraney, foi elogiado pela crítica especializada e indicado a oito categorias do Oscar 2017, inclusive de melhor filme, melhor diretor e melhor roteiro adaptado. O segundo filme assinado pelo diretor também rendeu dezenas de nomeações e já carrega um Globo de Ouro.


Viola Davis leva Oscar de melhor atriz coadjuvante

Viola Davis ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante no filme “Um Limite Entre Nós“,  dirigido e estrelado por Denzel Washington,  conta a história de um homem negro nos Estados Unidos dos anos 1950, que tenta levar adiante sua família frente ao racismo presente na época. Viola Davis é a atriz negra com maior número de indicações ao Oscar. Esta foi a terceira vez em que Viola Davis foi indicada a uma estatueta do Oscar. Antes de “Um Limite Entre Nós”, a norte-americana concorreu como melhor atriz por “Histórias Cruzadas” (2011) e melhor atriz coadjuvante por “Dúvida” (2008).


Steve McQueen o primeiro cineasta negro a vencer o principal prêmio de Hollywood 

Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood entregou os prêmios da 86ª edição do Oscar, em Los Angeles, nos EUA. O prêmio mais importante de Hollywood foi para Steve McQueen, primeiro cineasta negro a dirigir uma produção que venceu o principal prêmio do Oscar, de Melhor Filme: “12 Anos de Escravidão“. O prêmio de Melhor Filme é também o primeiro Oscar de Brad Pitt, que é produtor de “12 Anos de Escravidão“. Dirigida por Steve McQueen, a obra é baseada nas memórias de Solomon Northup(Chiwetel Ejiofor), negro livre do Norte dos Estados Unidos que é sequestrado e vendido como escravo.

“Agradeço a todos que merecem não só sobreviver, mas viver. Dedico a todos que sofreram com a escravidão e ainda sofrem hoje”, disse Steve. O filme ganhou três prêmios no evento: Roteiro Adaptado, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Filme.


Lupita Nyong’o levou a estatueta de melhor atriz coadjuvante do Oscar 2014

Em seu primeiro papel em um longa, artista nascida no Quênia ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante por seu papel em “12 Anos de Escravidão“, na 86ª cerimônia de entrega do principal prêmio da indústria do cinema, no Teatro Dolby, em Los Angeles. A atriz cresceu na África e estudou em Yale, nos EUA, onde se graduou em Atuação Dramática. A atuação de Lupita em “12 Anos de Escravidão” lhe rendeu prêmios como o do Sindicato dos Atores (elenco), Globo de Ouro e ‘Critic’s Choice‘ (melhor atriz coadjuvante).

“Quando eu olho para essa estátua dourada, espero que isso lembre todas as crianças pequenas que, não importa de onde você é, seus sonhos são válidos”, disse Lupita, arrancando aplausos e lágrimas da platéia no Dolby Theatre, palco da cerimônia.


Octavia Spencer é eleita Melhor Atriz Coadjuvante

Na 84° edição dos Oscar, que aconteceu em 26 de fevereiro de 2012, no Teatro Kodak, em Los Angeles, Octavia Spencer levou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por seu papel da empregada doméstica Minny no filme Histórias Cruzadas.

A atriz era considerada a favorita, após ter levado o Globo de Ouro e o prêmio do Sindicato de Atores dos Estados Unidos. Aplaudida de pé, Octavia agradeceu à sua família e ao elenco do filme Histórias Cruzadas.


Mo’Nique venceu na categoria Melhor Atriz Coadjuvante

No Oscar de 2010Mo’Nique venceu na categoria Melhor Atriz Coadjuvante por seu papel no drama de Lee Daniels, Preciosa – Uma História de Esperança.


Forest Whitaker recebeu o prêmio principal na categoria Melhor Ator

No Oscar de 2007, Forest Whitaker recebeu o prêmio principal na categoria Melhor Ator por dar vida ao ditador africano Idi Amin em O Último Rei da Escócia (2006);


Jennifer Hudson Melhor Atriz Coadjuvante

Em 2007, Jennifer Hudson representou os negros no Oscar com o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante.  Ela recebeu o troféu por seu trabalho em Dreamgirls – Em Busca de umSonho;


Morgan Freeman campeão da categoria Melhor Ator Coadjuvante

Após ser indicado três vezes ao Oscar, finalmente em sua quarta disputa pelo troféu, Morgan Freeman foi contemplado por uma estatueta. Em 2005, ele foi o campeão da categoria Melhor Ator Coadjuvante por Menina de Ouro, de Clint Eastwood. Anteriormente, o astro competiu pelas obras Armação Perigosa (1967), Conduzindo Miss Daisy (1989) e Um Sonho de Liberdade (1994). Em 2010, Freeman foi indicado pelo longa-metragem Invictus;


Jamie Foxx foi consagrado o Melhor Ator

Por sua interpretação visceral na cinebiografia Ray, Jamie Foxx foi consagrado o melhor
ator do Oscar de 2005.  No mesmo ano, em outra categoria, o famoso astro negro Morgan Freeman  também recebeu um troféu da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood;


Halle Berry o prêmio Melhor Atriz

Halle Berry também fez história no Oscar. Por viver a personagem Leticia Musgrove em Última Ceia, ela se tornou, em 2002, a primeira mulher negra a receber da Academia o
prêmio de Melhor Atriz;


Cuba Gooding Jr. recebeu em 1997 o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante

Foi por sua atuação no sucesso Jerry Maguire – A Grande Virada, do diretor Cameron Crowe (Quase Famosos), que Cuba Gooding Jr. recebeu em 1997 o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante;


Denzel Washington já foi duplamente oscarizado: Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Ator

O astro Denzel Washington já foi duplamente oscarizado. Sua primeira estatueta veio  em 1990 com o filme Tempo de Glória, na categoria de Melhor Ator Coadjuvante. No ano de 2002, na mesma cerimônia em que Halle Berry venceu, Washington levou para casa o Oscar de Melhor Ator por seu trabalho em Dia de Treinamento;


Whoopi Goldberg vencedora na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante

O sucesso da falsa – e cômica – médium Oda Mae Brown, de Ghost – Do Outro Lado da Vida (1990), foi tanto que Whoopi Goldberg recebeu uma das cobiçadas estatuetas do Oscar. A estrela se consagrou vencedora na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante;


Louis Gossett Jr.  vence o Oscar na categoria MelhorAtor Coadjuvante

Louis Gossett Jr. foi o primeiro negro a vencer o Oscar na categoria Melhor Ator Coadjuvante. Ele recebeu o prêmio por sua performance em  A Força do Destino, de 1982;


Sidney Poitier o primeiro negro a receber o troféu de Melhor Ator em um Oscar

Em 1964, o norte-americano Sidney Poitier entrou para a história ao se tornar o primeiro negro a receber o troféu de Melhor Ator em um Oscar. Ele foi contemplado por seu papel na comédia dramática Uma Voz nas Sombras(1963), de Ralph NelsonEm 2002 ganha o Oscar Honorário , “por suas performances extraordinárias e presença única na tela e por representar a indústria com estilo, dignidade e inteligência”.


Hattie McDaniel ficou famosa após vencer o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante

Hattie McDaniel ficou famosa após vencer o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por seu papel em …E o Vento Levou (1939).  Com o prêmio, ela se tornou a primeira pessoa negra a ganhar um troféu da principal  premiação da indústria cinematográfica;

Hernani Francisco da Silva – Do  Afrokut

_______________

Referências:

List of black Academy Award winners and nominees – Wikipedia, the free encyclopedia en.wikipedia.org

Hoje na Historia – JBlog – Jornal do Brasil – 14 de abril de 1964 – O Oscar negro de Sidney Poitierwww.jblog.com.br

Oscar 2010: Mo’Nique vence como atriz coadjuvante – Tempo real – Estadao.com.br blogs.estadao.com.br

Oscar de melhor ator – Wikipédia, a enciclopédia livre pt.wikipedia.org

Conheça os atores negros vencedores do Oscar – Foto 1 – Cinema – R7 entretenimento.r7.c

Academy Honorary Award – Wikipedia, the free encyclopedia en.wikipedia.org

http://entretenimento.r7.com/cinema/noticias/octavia-spencer-e-elei…

Exibições: 23812

Comentários do Facebook
(Visited 1.179 times, 1 visits today)
Compartilhe nas suas Redes Sociais: