Gênero em uma perspectiva africana

Para decolonizar mais um pouco, quero lembrar que é preciso de muito cuidado para tratar de gênero desde uma perspectiva africana. Essa dicotomia entre o público-masculino e o privado-feminino, não existe para a sociologia yorùbá. O paradigma que a nação yorùbá era construída foi como formada por cidades-estados. Essa cidade era originalmente governada por um Leia mais… »