Movimento Negro Evangélico

O início do Movimento Negro Evangélico pode ser considerado em 1841 quando Agostinho José Pereira começou a pregar pelas ruas do Recife. Nasceu, assim, a primeira Igreja Protestante Brasileira, uma Igreja Negra, a Igreja do Divino Mestre, com seus mais de 300 seguidores, negros e negras, todos livres e libertos. Agostinho ensinou-os a ler e a escrever, numa época em que os proprietários de terras eram analfabetos.

No Brasil de 1841, fora das colônias habitadas por estrangeiros não havia protestantismo algum. O negro Agostinho foi o primeiro pregador brasileiro. Só depois, em 1858, o Reverendo Roberto Kalley fundou a Igreja Fluminense, episódio considerado pela história oficial como data de fundação da primeira igreja protestante do Brasil. Ao passar por Pernambuco em 1852, o naturalista inglês Charles B. Mansfield referiu-se ao mestre como um “Lutero negro”, que não sabia onde ele estava, mas tinha ouvido que tinha sido condenado a três anos de prisão ou fora deportado. O Lutero Negro deixou um legado para a igreja e a sociedade brasileira. Para o Movimento Negro contemporâneo deixou uma bela herança histórica.

Neste espaço disponibilizamos uma serie de artigos  e informações sobre o Movimento negro evangélico:

O Lutero Negro

A primeira Igreja Protestante Brasileira foi Negra A primeira tentativa de estabelecer uma igreja protestante no Brasil foi em 1555, que pretendia dar refúgio aos protestantes calvinistas franceses, perseguidos pela…

A Igreja Evangélica e as questões raciais

Infelizmente muitos líderes evangélicos não entendem as questões étnico-raciais e assuntos como as Cotas, Diversidade Étnico-racial, Racismo Institucional, Genocídio da Juventude Negra, Ações Afirmativas, Políticas Públicas e nem tão pouco se preocupam em buscar conhecimento sobre esses…

(Visited 51 times, 1 visits today)